sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Ornatos Violeta reeditam álbuns e juntam-lhes canções inéditas

Os Ornatos Violeta preparam-se para reeditar os dois únicos álbuns da sua carreira, mais de uma década depois. Cão! e O Monstro Precisa de Amigos regressam às prateleiras a 5 de Dezembro, numa caixa que inclui um terceiro CD com lados B, temas dispersos e canções inéditas.
Entre as novidades encontra-se Pára-me agora, canção gravada durante as sessões para o terceiro álbum dos Ornatos Violeta, que não chegou a ser concluído (embora tivesse já título: Monte Elvis). Foi, aliás, na sequência desse disco nado-morto que a banda se separou, em 2002.
Dez lamúrias por gole, o primeiro registo dos portuenses, editado em 1995 numa colectânea da extinta revista Ritual, também está no alinhamento. Assim como Tempo de nascer, que se encontra na compilação Tejo Beat (1998); Circo de feras, parte do tributo aos Xutos & Pontapés XX Anos XX Bandas (1999); e Marta, lado B de Ouvi dizer (1999), primeiro single de O Monstro Precisa de Amigos.
O lançamento desta caixa antológica acontece no ano em que se passam duas décadas sobre a génese dos Ornatos Violetas, em 1991. Até 2002, editaram apenas dois álbuns, suficientes para os transformar numa referência. No muito aplaudido O Monstro Precisa de Amigos (1999), o quinteto contou com a participação especial de Gordon Gano, vocalista dos Violent Femmes, dos Corvos e de Vítor Espadinha.
Esta edição cobre, de acordo com a Universal, a "quase totalidade do espólio gravado pela banda". Mas não é tudo. A Rastilho Records anunciou, na segunda-feira, a edição em vinil de O Monstro Precisa de Amigos e Cão! (1997), "com grafismo ligeiramente diferente das edições originais", para Fevereiro de 2012. "Ambas as edições serão ultra-limitadas a 250 exemplares em vinil preto", informa a editora leiriense, que está a trabalhar em parceria com a Universal.
O fim dos Ornatos Violeta significou o nascimento de vários projectos ao longo dos anos. Foge Foge Bandido, de Manel Cruz, é o mais recente. O vocalista participou ainda em Pluto e Supernada, com o guitarrista Peixe, que por sua vez alinha nos Zelig. O teclista Elísio Donas toca com os Per7ume. O baixista Nuno Prata assina agora em nome próprio e o baterista Kinörm lançou os PlusUltra.

Buraka Som Sistema celebraram a vida no Coliseu de Lisboa

Com o lançamento do álbum Komba ainda fresco, os Buraka Som Sistema atiraram-se ao Coliseu de Lisboa. A banda queria celebrar a vida e conseguiu, arrastando com ela uma multidão heterógenea que não encheu, mas preencheu grande parte do Coliseu, que dançou e suou num concerto de celebração da vida.

O concerto até nem começou muito bem, a banda subiu ao palco com mais de uma hora de atraso, depois de alguns justificados assobios impacientes, mas quando começa a ver-se o ritmo de uma pulsação num dos ecrãs (uma palavra para as luzes e efeitos visuais, que foram brilhantes durante todo o concerto) e se ouvem as primeiras batidas de «Hangover (Bababa)» é tudo esquecido em nome da dança e o Coliseu descola em explosão de energia. «Lol & Pop» foi o tema que se seguiu, com Blaya, a mais recente menina da banda a ser protagonista e a destilar sensualidade, antes de regressarem a «Black Diamond» para o tema «Sound Of Kuduro», que originalmente conta com a participação de M.I.A e que foi um dos mais celebrados da noite.
Na primeira pausa Conductor perguntava: «Já estão cansados? Ainda estamos a começar». Estavam, e o público também não dava sinais de desistir tão cedo. Kalaf foi dizendo que a vida é para ser vivida em todos os momentos e deu as boas vindas ao Komba, mesmo que toda a gente já se sentisse em casa. No Coliseu, Fred Ferreira sentou-se à bateria, como é habitual nos concertos de Buraka, mas não esteve sozinho: Riot deixou J-WOW (mais conhecido por Lil' John) sozinho com a electrónica para se dedicar à percurssão, deixando muitas vezes a sala a estremecer, como se quer.

Komba era o mote para o espectáculo, mas «Yah», a música que trouxe a Buraka ao mundo não podia obviamente ficar de fora e foi recebida de braços abertos e pernas agitadas. A pergunta: «Quem quer abanar o esqueleto?» soou como ordem e foi o que toda a gente fez precisamente ao som de «Eskeleto», um dos temas mais fortes do novo álbum e um dos que melhor resultou em concerto. «(We Stay) Up All Night» é o mais recente sucesso da banda e foi dedicada por Kalaf aos «noctívagos e morcegos» de Lisboa. Ontem éramos todos e com embalo tivemos a certeza que a noite não ia acabar tão cedo. Ainda bem.

Concerto no Coliseu que se preze não é feito sem convidados e o de Buraka não foi excepção, Sara Tavares subiu ao palco para «Voodoo Love», uma das faixas de Komba e onde a cantora surge num registo quase irreconhecível, a um ritmo a que não estamos habituados, mas que rapidamente soa familiar, num tema cuja letra já foi cantada por muita gente na plateia. Quem também surgiu em palco foi Pongolove, que encheu o palco de energia e acordou um ou outro corpo mais cansado para o arrasador «Kalemba (Wegue Wegue)», sem dúvida uma das músicas mais saltadas de todo o espectáculo.

Os Buraka gostam de estar perto do público e por isso, para além de estarem muitas vezes em na frente de palco, quase em cima da plateia, também levaram a plateia ao palco e convidaram vinte meninas a «abanar o bum bum» ao lado dos músicos antes de uma festa de confetis e chamaram ao palco um espectador que dançou com Blaya a célebre «Tarraxinha», fazendo disparar os termómetros de um já muito suado Coliseu de Lisboa. Um repetido «(We Stay) Up All Night» fechou o concerto com a sensação que podíamos continuar pela noite fora.
Os Buraka Som Sistema provaram que são banda para toda a sala e que a festa se faz seja num clube, num festival em qualquer lado do mundo ou no Coliseu. Com um alinhamento perfeito, com pausas para respirar nos tempos certos, os temas mais antigos, como «Tirosa» ou «Wawaba» foram transformados mas não descaracterizados e as novas músicas foram celebradas como merecem. O concerto especial e soube a regresso a casa, lembrou-se o início da banda que há não muitos anos começava no Clube Mercado, muito antes dos Festivais mundiais, mas sabemos que com eles, o olhar é sempre para o futuro.

Os Buraka Som Sistema apostaram em começar a digressão de um novo álbum no Coliseu de Lisboa. Apostaram que conseguiam fazer a festa em casa com novas músicas. Ganharam. Celebremos, estamos vivos.

Cama onde Michael Jackson morreu vai a leilão

A cama onde Michael Jackson morreu vai ser leiloada em Dezembro, noticia o site do canal E!. Para além da cama, vários outros objectos e mobília da última casa do cantor em Los Angeles vão ser vendidos pela Julien's Auctions.

A cama poderá alcançar os 3600 euros, enquanto que um quadro de lousa (no qual um dos filhos de Jackson escreveu «Adoro-te pai. Sorri, não custa nada» deverá ser vendido por 294 euros.

Outro dos artigos que deverá chamar a atenção de fãs e coleccionadores é um armário com uma mensagem escrita pelo próprio cantor num dos espelhos, em referência à preparação para os concertos que tinha agendados em 2009 antes de morrer: «Pratica, perfeição, Março e Abril. Pronto em Maio».

O leilão acontecerá a 17 de Dezembro em Beverly Hills, Los Angeles.

Vodafone Mexefest: veja aqui os horários dos concertos

Festival com James Blake e Fanfarlo acontece no começo de dezembro, em várias salas lisboetas. Saiba mais.
Já são conhecidos os horários dos concertos do festival Mexefest, que no início de dezembro sucede ao Super Bock em Stock.

Tal como o seu antecessor, o Mexefest acontece em várias salas de Lisboa, nas imediações da Avenida da Liberdade, e tem em James Blake (na foto), Fanfarlo e Josh T. Pearson algumas das principais atrações internacionais.

Veja aqui o horários dos concertos do Vodafone Mexefest. Os bilhetes custam 40 euros.

2 de dezembro

Restaurante Terraço do Hotel Tivoli
Julie & The Carjackers (20h45 - 21h30)
You Can't Win Charlie Brown (22h35 - 23h25)

Cinema São Jorge - Sala 1
Bebe (21h30 - 22h30)
Fanfarlo (23h30 - 00h45)

Cinema São Jorge - Sala 2
Asterisco Cardinal Bomba Caveira (20h30 - 21h15)
S.C.U.M. (22h40 - 23h25)

Teatro Tivoli
Handsome Furs (22h15 - 23h15)
Junior Boys (23h45 - 00h55)

Cabaret Maxime
Macacos do Chinês (23h00 - 23h50)
Spank Rock (00h50 - 01h50)

Sala SBSR - Estação de Metro dos Restauradores
Capitão Fausto (22h30 - 23h15)
PAUS (01h00 - 02h00)

Casa do Alentejo
Eleanor Friedberger (21h45 - 22h30)
A Banda Mais Bonita da Cidade (23h15 - 00h05)

Sociedade de Geografia de Lisboa
Josh T. Pearson (21h15 - 22h05)

Igreja de São Luís dos Franceses
Luísa Sobral (20h45 - 21h35)

Vodafone Bus
Os Velhos
Farra Fanfarra

3 de Dezembro

Restaurante Terraço do Hotel Tivoli
Foxes In Fiction (22h00 - 22h45)
Beat Connection (23h15 - 00h00)

Cinema São Jorge - Sala 1
Oh Land (22h20 - 23h10)
Toro y Moi (00h15 - 01h30)

Cinema São Jorge - Sala 2
EMA (21h30 - 22h15)
Aquaparque (23h15 - 00h00)

Teatro Tivoli
Dead Combo (21h45 - 23h00)
James Blake (23h30 - 00h30)

Cabaret Maxime
When Saints Go Machine (23h00 - 23h50)
Lindstrom (00h40 - 02h00)

Sala SBSR - Estação de Metro dos Restauradores
doismileoito (21h30 - 22h20)
Blood Red Shoes (00h45 - 02h00)

Casa do Alentejo
Algodão (22h15 - 23h05)
WE TRUST (00h00 - 01h00)

Sociedade de Geografia de Lisboa
Filho da Mãe (20h40 - 21h25)

Igreja de São Luís dos Franceses
Coro Africano (20h30 - 21h15)
Old Jerusalem (21h20 - 22h10)

Saiba o que esperar do concerto em Portugal

Cantora norte-americana atua amanhã, 9 de novembro, no Pavilhão Atlântico. Ontem, passeou pelo Chiado, em Lisboa, com a família.
Britney Spears foi avistada, ontem (7 de novembro), às compras no Chiado, em Lisboa.

A notícia é do Diário de Notícias; segundo este jornal, a cantora de "Toxic" andou a comprar roupa e passeou pelas ruas da baixa lisboeta.

A acompanhar Britney estavam os dois filhos, Jayden e Preston, o namorado Jason Trawick e dois seguranças.

O concerto de amanhã será o segundo de Britney em Portugal, depois de uma atuação no Rock in Rio Lisboa, em 2004. Na altura, a artista foi acusada de fazer playback em algumas canções.

Hoje, a promotora Everything is New anunciou que o comboio especial que deveria levar os espetadores interessados de regresso ao Norte do país, no final do concerto, foi cancelado, devido à greve dos transportes. Quem já tiver comprado o bilhete de comboio pode pedir o re-embolso nas bilheteiras da CP.

O último concerto da digressão Femme Fatale aconteceu em Manchester, Inglaterra, a 6 de novembro.

Veja aqui o alinhamento desse espetáculo:
1. Hold It Against Me
2. Up n' Down
3. 3
4. Piece of Me
5. Big Fat Bass
6. How I Roll
7. Lace and Leather
8. If U Seek Amy
9. Gimme More
10. (Drop Dead) Beautiful
11. Don't Let Me Be The Last To Know
12. Boys
13. ... Baby One More Time
14. S&M (Rihanna)
15. Troube For Me
16. I'm a Slave 4 U
17. I Wanna Go
18. Womanizer
19. Toxic
20. Till The World Ends

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Novo single do Paramore 'Hello Cold World'

Paramore acaba de revelar o seu novo single ‘Hello Cold World’, que faz parte do projeto ‘Singles Club’, no qual os fãs podem comprar uma nova música por mês, durante três meses. O primeiro single, lançado no mês passado foi ‘Renegade’. E o próximo será ‘In The Mourning’, previsto para ser lançado no dia 5 de dezembro. “Nós queremos fazer alguma coisa especial para vocês nessas férias para agradecê-los por fazer o nosso 2011 tão incrível e ficar com a gente enquanto começamos a fazer o nosso novo álbum em 2012”, escreveu a banda no seu ‘Singles Club’, afirmando que deve entrar em estúdio em breve.

Dente de John Lennon vendido por 22,5 mil euros

Um dente que pertencia ao vocalista dos Beatles foi leiloado este sábado e o preço final dobrou a base de licitação.

O dente molar foi adquirido por um dentista canadiano, de 49 anos, que pagou 22,5 mil euros. A licitação foi feita por telefone, segundo o jornal inglês "Daily Mail". "Muita pessoas vão achar que eu sou maluco, mas eu acho isto fantástico", referiu o dentista.
O dente tinha sido dado por Lennon a uma antiga empregada depois de o ex-Beatle ter chegado do dentista onde o arrancou. Na altura, Lennon terá dito à empregada para o deitar no lixo ou dar aos filhos como recordação.

Lady Gaga Domina Nos MTV EMAs 2011

Lady Gaga confirmou o seu estatuto de “primeira dama” da pop nos MTV EMAs 2011, que decorreram este domingo, na Odyssey Arena, em Belfast, na Irlanda do Norte. A polémica cantora norte-americana subiu ao palco para receber quatro dos seis prémios em que estava nomeada: “Melhor Artista Feminina”, “Maiores Fãs”, “Melhor Vídeo” e “Melhor Canção”, os dois últimos por ‘Born This Way’.
Justin Bieber, Bruno Mars e os 30 Seconds To Mars levaram para casa dois troféus cada um. O fenómeno da pop Bieber recebeu os prémios de “Melhor Artista Masculino” e “Melhor Artista Pop”. Jared Leto e os restantes elementos dos 30 Seconds To Mars foram premiados com os EMAs de “Melhor World Stage” e “Melhor Artista Alternativo”, enquanto o cantor de ‘Marry You’ e ‘The Lazy Song’, Bruno Mars, foi coroado por um ano brilhante ao vencer nas categorias de “Artista Revelação” e “Melhor Push”.
A banda coreana BIGBANG foi a surpresa da noite ao conquistar o prémio “Best Worldwide”, batendo algumas das maiores estrelas do mundo ao longo das eliminatórias. Os Linkin Park não saíram de mãos a abanar, recebendo o MTV EMA de “Melhor Artista Rock”, Eminem o de “Melhor Hip Hop” e Katy Perry o de “Melhor Artista Ao Vivo”.

Mais de 8 mil fãs deliraram na Odyssey Arena ao assistir às atuações memoráveis das maiores estrelas da música, nomeadamente Justin Bieber, David Guetta, Lady Gaga, Bruno Mars, Coldplay, Red Hot Chili Peppers, Jessie J, LMFAO, Snow Patrol e os Queen.
Jason Derülo foi o primeiro a subir ao palco, ainda durante a “Pink Carpet”. O cantor levou os hits 'It Girl' e ‘In My Head’ ao palco instalado em frente à Câmara Municipal de Belfast.

Os já veteranos Coldplay tiveram a seu cargo a abertura dos MTV EMAs e, como sempre, deixaram a plateia ao rubro com o tema “Every Teardrop Is A Waterfall”. A excêntrica Lady GaGa interpretou o tema ‘Marry The Night’ no topo de uma escultura gigante semelhante à superfície da lua. Os LMFAO levaram a sua ‘Party Rock Anthem’ ao palco dos MTV EMAs 2011, enquanto Bruno Mars cantou ‘Marry You’. Jessie J foi uma das mais aplaudidas da noite, ao som de ‘Price Tag’.
A apresentadora desta edição dos EMAs, Selena Gomez, fez-se acompanhar pela sua banda, os The Scene, com a qual cantou ‘Hit The Lights’. Os Red Hot Chili Peppers subiram ao palco dos MTV EMAs 2011 com o tema ‘The Adventures of Rain Dance Maggie’, que apresenta o álbum “I’m With You’, enquanto Justin Bieber cantou ‘Under The Mistletoe’ e ‘Never Say Never’. David Guetta juntou-se a Ludacris, Taio Cruz e Jessie J para um medley composto por ‘Sweat’, ‘Little Bad Girl’ e ‘Without You’. Já os Snow Patrol tocaram ‘Called Out In The Dark’, single do seu mais recente álbum, “Fallen Empires”, para os mais de 15 mil fãs que se encontravam junto da Câmara Municipal de Belfast.
O final da cerimónia ficou a cargo dos lendários Queen. Os vencedores do prémio “Ícone Global” subiram ao palco acompanhados do norte-americano Adam Lambert, com quem tocaram os clássicos ‘The Show Must Go On’, ‘We Will Rock You’ e ‘We Are The Champions’.
Com mais de 158 milhões de votos contabilizados, coube à multi-talentosa Selena Gomez apresentar a 18ª edição dos MTV EMAs. Selena mostrou estar à altura do desafio e conquistou a plateia com o seu charme contagiante, estilo marcante, talento para a comédia e energia positiva, impressionando nas várias plataformas do canal, já que Selena foi o elo de ligação entre o on-air e o online.
Nicole “Snooki” Polizzi (“Jersey Shore”), Jenni “JWOWW” Farley (“Jersey Shore”), Ashley Rickards (“Awkward”), Katy Perry, Amy Lee (Evanescence), Hayden Panettiere, Bar Refaeli, Irina Shayk, Sheamus (WWE), William Moseley e David ‘The Hoff’ Hasselhoff foram algumas das celebridades convidadas para entregar prémios e/ou apresentar as atuações.
Desde a primeira edição, em 1994, que os MTV EMAs são considerados, pela sua reputação, os mais espetaculares prémios de música na Europa, sobretudo graças às maiores estrelas mundiais que se juntam todos os anos ao evento e à atmosfera eletrizante onde tudo pode acontecer.
Para mais informações, declarações dos artistas, fotografias da “Pink Carpet” e dos melhores momentos da cerimónia visite o site dos MTV EMAs 2011, em www.mtvema.com.
Segue a lista completa de vencedores dos MTV EMAs 2011:

MELHOR ARTISTA ALTERNATIVO
30 Seconds To Mars

MAIORES FÃS
Lady Gaga

MELHOR ARTISTA AO VIVO
Katy Perry

MELHOR ARTISTA FEMININA
Lady Gaga

MELHOR ARTISTA MASCULINO
Justin Bieber

MELHOR ARTISTA HIP HOP
Eminem

MELHOR ARTISTA POP
Justin Bieber

MELHOR CANÇÃO
Lady Gaga – Born This Way

ARTISTA REVELAÇÃO
Bruno Mars

MELHOR ARTISTA ROCK
Linkin Park

MELHOR VIDEO
Lady Gaga – Born This Way

MELHOR WORLD STAGE
30 Seconds To Mars

MELHOR PUSH
Bruno Mars

BEST PORTUGUESE ACT
Aurea

MELHOR ARTISTA GLOBAL
BIGBANG (Ásia/ Pacífico)

GLOBAL ICON 2011
Queen

Caetano e Gadú dão show de MPB

Caetano Emanuel Viana Teles Veloso. 69 anos. Natural da Bahia.
Mayra Corrêa Aygadoux. 24 anos. Paulista.
Ele é estrela maior de várias gerações.
Ela é estrela ascendente de uma nova constelação de cantores da Música Popular Brasileira.

O que é que estas duas pessoas têm em comum? Para já uma notória amizade que as une. Depois, o facto de terem conquistado por um lado, o silêncio, por outro os aplausos nesta noite no Pavilhão Atlântico, em Lisboa. Tantos aplausos que os artistas não puderam fugir a dois encores muito pedidos. Os cantores brasileiros interpretaram temas da autoria de ambos, embora, surpreendentemente, se tenham dividido ao longo do espectáculo que durou cerca de duas horas: o primeiro tema, 'Beleza Pura', foi cantado a duas vozes mas logo depois foi Maria Gadú que embalou a plateia em dez músicas. De seguida, outras dez só com o imenso Caetano e, por fim, mais uma dezena onde pudemos comprovar a beleza da combinação perfeita destas duas vozes. E é bom saber que ainda há quem o consiga fazer de forma tão impressionante e sem recursos informáticos.

Em palco, só uma enorme bola por detrás de ambos. Duas violas. Dois microfones. E é tudo. Afinal, também nada mais faz falta num concerto em que, apesar do público não resistir a cantar alguns temas amplamente conhecidos, o que se quer é mesmo fechar os olhos e escutar com atenção o que eles nos cantam. Ouvir, sentir, gostar ou não gostar, nem sempre as canções de Caetano/Gadú têm de fazer algum sentido mas o importante é como nos tocam.

Depois da saída de "Velê" do palco, a jovem cantora começa o seu repertório com 'Bela Flor', 'Encontro' e 'Tudo Diferente'. São, principalmente, os temas do seu álbum de estreia, homónimo, que marcam a actuação mas também houve lugar a 'Amor de Índio', um tema de Beto Guedes, de 1978, que chega até aos dias de hoje graças ao grupo brasileiro Roupa Nova.

Os dois cruzam-se em palco para 'O Quereres' e 'Sampa' e Caetano segue a solo. 'Cajuina', 'Desde que o Samba é Samba' e 'Alegria, Alegria' foram algumas das canções que "aqueceram" o público que se entregou completamente ao eterno 'Sozinho'.

Homem de poucas mas sentidas palavras, Caetano Veloso aproveita um dos muitos momentos de palmas para dizer que lhe dá grande prazer cantar músicas dos outros. À "boleia" do "recado" é precisamente ele que canta o "hino", como o próprio lhe chamou, de Gadú: 'Shimbalaiê'. E o final, a duas vozes, tinha de ser com músicas tão importantes para o público português como 'Trem das 11', que perde o jeito sambista do original para, afinal, percebermos que se encaixa muito bem neste registo mais suave, 'Leãozinho', 'O Nosso Estranho Amor' ou 'Menino do Rio'.

Caetano Veloso e Maria Gadú são duas gerações de intérpretes da música popular brasileira (MPB), que se encontraram para um concerto acústico no Brasil, andaram em digressão pelo país, só com as suas vozes e violão, e agora chegaram a Portugal. O espectáculo já nos tinha sido mostrado no CD/DVD "Multishow ao Vivo" mas nenhum fã parece ter perdido a emoção do "em carne e osso". Ele, satisfeito por mais uma noite de "casa cheia". Ela, sem palavras perante tanto acolhimento do público.

Kelly Rowland revela que Beyoncé vai ser mãe de uma menina

Kelly Rowland, ex-companheira de Beyoncé nas Destiny’s Child, deixou escapar em entrevista que a cantora está à grávida de uma menina.

Em declarações à Revista Billboard, a actual jurada do programa «X-Factor» revelou: «Eu não faço ideia do que é que vou comprar para a Beyoncé para o bebé, porque o Jay vai comprar tudo o que seja possível para aquela menina. Ela não vai ser mimada, mas vai se muito bem cuidada», afirmou Rowland.

A cantora acrescentou ainda: «Estou tão feliz pela minha irmã e pelo marido dela. Eles estão tão felizes neste momento, mesmo como devem estar. Eles criaram um pequeno grupo de amor. Estou tão entusiasmada por eles».

No mês passado, Beyoncé revelou que o seu primeiro filho com Jay-Z deverá nascer em Fevereiro de 2012.

Franz Ferdinand de regresso em 2012

Banda tem estado em relativa "hibernação" mas promete voltar aos discos no próximo ano.
Os Franz Ferdinand, cujo último álbum data de 2009, pretendem lançar um disco novo no próximo ano.

Segundo o NME, que cita uma entrevista do guitarrista Nick McCarthy ao jornal Daily Record, a banda de "Take Me Out" está a pensar em voltar aos álbuns, depois de "um certo [período] sabático. Andámos em digressão de forma excessiva e precisávamos de gostar de tocar juntos outra vez", explicou o guitarrista, acrescentando, que, atualmente, os Franz Ferdinand já não sentem necessidade de gravar um disco por ano.

Os Franz Ferdinand estiveram na Queima das Fitas do Porto em maio de 2010.